Total de visualizações de página

sábado, 21 de julho de 2018

Nascente Lacrada


( Só de mentirinha viu?!)





-Ah! Só voltarei a tecer poesias
Poemas e versinhos singelos...
Se acaso eu puder ver:
-A esperança despertar, novamente,
-A desconfiança ser banida da face da terra...
-A alegria suplantar a tristeza...
-A Verdade e o AMOR
Financiarem a JUSTIÇA...

-Porque...neste exato momento,
Eu só quero apenas:
-Curtir estrelas...resplandecentes,
-Palmilhar trilhas...desconhecidas,
Ignoradas...ou, quiçá, até estranhas...
Mas sempre enluaradas de alegria,
Polvilhadas de muita esperança
E de uma ternura sem fim...
E por fim, embalar-me-ei nos braços
Dos meus transcendentais sonhos...
E flutuaremos eu e eles os sonhos
Sobre nuvens e nuvens de algodão doce.

-Ah! Mas se por acaso...
Eu ainda vier a tecer meus versinhos...
Tenham por certo, que só tecerei:
-Versos insolentes...
Daqueles que descortinam..
Despudoradamente,
O desabrochar secreto
Das margaridinhas silvestres...
-Versos abusados...
Que descrevam, sem pundonores algum,
O contorcer dos girassóis
Em busca de sol a pino...
-Versos corajosíssimos...
Que proclamem...em alto e bom som,
O valor sublime da liberdade...
Que certamente para mim
É um dos caminhos da felicidade...
E tenho dito!...

Montes Claros (MG), 03-05-2009
RELMendes

sexta-feira, 20 de julho de 2018

Arremessei meu olhar ao infinito




Oxalá ele meu olhar perscrute por lá
Teus sorrisos estrelados de desejos
Teus trejeitos graciosos à beça
Tua malemolência irresistivelmente
Desassossegante  pois apetitosa!
Tuas estações de anelos sensuais
Frequentes e sedutores à beça
Teu brincar de ser ave noturna
A rasgar o céu de meus desejos...

RELMendes – 17/07/2017 

Há coisas que inebriam-me á beça


-Oh! Quão bom é se contemplar o carinho
Que esplende num encontro de gerações:
- A troca de gestos de gentileza e acolhimento
Entre aquele que inicia a travessia
Com quem de há muito a iniciou...
É puro encantamento!

-Oh! Quão bom é se vislumbrar a ternura
Que se derrama em troca de olhares
De sorrisos de cumplicidade e de delicadezas:
- Entre aquele que inicia a travessia
Com quem de há muito a iniciou...
É puro encantamento!

RELMendes – 18/07/2018

Ora! Ainda há tempo para mudarmos!




-De nada valeu fingir-se pessoa de bem
Se teu coração de pedra jamais se escondeu
Num único gesto de compaixão para com quem
Precisou urgentemente do teu avarento auxílio...
Ora! Ainda há tempo para mudares!

-De nada valeu fingir-se pessoa de bem
Se tua língua ferina jamais se omitiu
Em denegrir a imagem daqueles que
Por ventura ou desventura não tiveram
Outra opção de vida senão a de viver
Ou conviver contigo tão maldizente...
Ora! Ainda há tempo para mudares!

-De nada valeu fingir-se pessoa de bem
Se jamais no percurso dos teus inúteis dias
Preocupastes-te em dar um bom dia sorrindo
Ou simplesmente perguntastes a alguém:
- Como vai você? - Apareça mais vezes!
Quem sabe ainda não te espantes
Ao te pegares dizendo em alto e bom som:
- Bom dia amigos! - A vida é muito mais bela
Com vocês por perto viu?
Ora! Ainda há tempo para mudares!

RELMendes -19/07/2018


Minha dor eu não lhes conto jamais


A dor de cada um ah é de pertença
Só daquele que a transporta consigo n’alma!
A nossa dor d’alma não deve portanto
Se espraiar além de nós mesmos jamais
Vez que só nós a degustamos em plenitude...

-Porque os outros também no máximo só podem
Ouvi-la, mas jamais estarão verdadeiramente aptos
A palpitarem em hipótese alguma acerca das agruras
Que em nós bem escondidas pululam aos montes
Mesmo porque explicitá-la a outros sem pudor
É consentir chover fofocas a boca miúda
E isto que eu saiba não apraz nem a mim
Nem tampouco a ninguém!

RELMendes – 19/07/2018

terça-feira, 26 de junho de 2018

O Amor Cristão transcende às belas palavras




-Quem verdadeiramente ama a Deus
Tem a peito o amor a seu próximo

- Como aquele bom samaritano que socorreu a
Um desconhecido que fora assaltado e maltratado
Quase à morte por assaltantes de estradas
Que como aves de rapina surpreenderam
O pobre coitado pelo caminho -

-E com ele seu próximo partilha sem hesitar
Tudo o que traz consigo no momento do encontro
Se preciso for até as sandálias tão necessárias
Porquanto na hora calçam-lhe os pés a caminho!

RELMendes – 21/06//2018

Amor é decisão




-Quando duas pessoas se decidem
Uma pela outra
Decidem-se também: - A olhar-se de frente
- A caminhar juntas não importa pra onde
- A partilhar entre si dores e amor
- A confiar-se um ao outro sem restrições
- A alinhavar sonhos consonantes
- A almejar futuro sempre unido
- A viver o presente com parrésia...
E assim concluírem sua saga de Amor vitoriosa
Com muita paz e serenidade à beça!

RELMendes – 26/06/2018